leodicaprio
leodicaprio

%AVATAR%

%LOGIN% %TIMESTAMP%

%COMMENT%

1 de dezembro de 2022 às 00:23 266 views Pinned photo

Fale um pouco de você e o que te levou a ser fã.
- Meu nome é Gabriela, estudante do último semestre de Direito e moro em São Paulo. Passei a acompanhar a carreira do Leo a partir de "Titanic", trabalho em que o conheci (e acredito que a maioria das pessoas também). Isso aconteceu mais precisamente em 1998, quando o filme veio para o Brasil. Eu devia ter uns 5 anos na época. O impacto desse filme na minha vida dali em diante foi significativo, sou até hoje apaixonada pelo papel de Leo e pela história em si que é tão linda e que mudou o curso do cinema. Foi seu trabalho mais notório durante muitos anos e o mais marcante para mim, o que mais me emociono em falar sobre, pois foi o modo como eu o conheci. A partir desse filme, sempre estive ligada ao Leo de alguma maneira. Seja acompanhando cada novo projeto, indo ao cinema ver seu rostinho brilhando em seus tantos e tantos papeis sensacionais, seja reprisando cada filme favorito incontáveis vezes, ou o seguindo em suas causas humanitárias, admirando o seu apego por grandes causas e percebendo em mim que todos esses sentimentos eram meus também. Leo nunca me decepcionou, como pessoa que o acompanha há mais de 20 anos posso dizer firmemente o quanto sinto orgulho de quem ele foi, é, e quem se tornou. Ele usa sua voz para representar tantos e tantos que têm suas vozes caladas, oprimidas, desconsideradas, mesmo sendo uma pessoa privilegiada e que poderia estacionar em uma zona de conforto sua sem pensar nos demais. Além disso, acho que dispensa comentários sobre o quão talentoso ele é - realmente um dos maiores atores DA HISTÓRIA, e é inquestionável o quanto é maravilhoso atuando. Ele realmente nasceu para isso. Leo me traz tanta lembrança incrível sobre as histórias que já contou através de seus papeis, levantando muitos assuntos importantes por meio de seu trabalho, sempre foi assim. “Não Olhe Para Cima”, que recentemente estreou na Netflix e passou a ser falado mundialmente, é exemplo disso. Sem falar em: Arnie Grape, um garotinho com uma deficiência e necessidades especiais em "Gilbert Grape - Aprendiz de Sonhador"; Rei Luís XIV que aprisionou seu gêmeo Philippe em "O Homem da Máscara de Ferro"; Frank Abagnale Jr., o mestre dos disfarces em “Prenda-me Se For Capaz”; Calvin J. Candie, que escravizava e tratava cruelmente pessoas em "Django Livre"; Jordan Belfort, ex-corretor de bolsa dos Estados Unidos em "O Lobo de Wall Street"; Hugh Glass, que tem seu filho morto cruelmente enquanto foi abandonado sozinho para morrer, em seu papel vencedor do Oscar de Melhor Ator por "O Regresso". Eu AMO o modo como ele atua, como consegue se adaptar a cada história perfeitamente, porque a partir do momento em que entra em cena você não consegue enxergar o DiCaprio ali. Ali, ele é 100% o personagem, está inserido na história de um jeito muito particular dele. Sem falar no carisma, humildade e simplicidade em viver a vida. Por mais fama, sucesso e dinheiro que ele possa ter, ele sempre será aquele cara que passeia de roupinha comum, boina e bicicletinha pela cidade, levando consigo uma luz sem igual, brilho nos olhos, bom humor e a alegria que ele tem em simplesmente estar vivo. E vivo para fazer o BEM. Leo é uma das melhores pessoas desse mundo, um nome que será para sempre lembrado e eu o amo de todo o coração, por isso tudo que falei e por mais infinitos outros detalhes que certamente estou deixando passar.

🖤