dulceamargo
dulceamargo

badge badge

News

● Cantora

Dulce María iniciou sua carreira como cantora aos cinco anos de idade, e desde então, participou de vários grupos musicais, sendo o último o fenômeno RBD, reconhecido mundialmente.

Em 2010, Dulce se lançou em carreira solo, sendo contratada por uma das maiores gravadoras do mundo, a Universal Music, com a qual segue até hoje.

Dentro desses três anos como solista, Dulce lançou seu primeiro álbum, Extranjera, que foi dividido em duas partes. Com grande êxito, foi a primeira mexicana a receber um Disco de Platina no Brasil.

Dulce já realizou vários duetos musicais, entre eles estão Akon, Jannette Chao, Joe Jonas, Río Roma, Basshunter.

Recentemente, Dulce María lançou o seu novo disco – Sin Fronteras. Com músicas mais maduras e fortes, Dulce conseguiu êxito nos charts de vendas digitais, chegando em #1 nas lojas digitais de vários países, além de estar entre os mais vendidos de lojas físicas do México e Estados Unidos.

Grupos:

KIDS

O primeiro grupo musical que Dulce María participou foi K.I.D.S, ao lado de Sherlyn, Fuzz, Daniel, David e Jorge. Com o grupo Dulce María pisou em um palco e ganhou prêmios pela primeira vez. Embora ainda fosse muito nova e ainda estivesse em seus estudos foi nessa fase da sua vida que ela percebeu que sua vocação era/é a arte.

JEANS

Graças ao seu desempenho em K.I.D.S, Dulce María foi convidada para realizar uma audição para o grupo Jeans e logo conseguiu entrar para o grupo. No grupo, gravou uns dos maiores sucessos como a música “Azul”, “Corazón Confidente” e “Entre Azul y Buenas Noches”, essas músicas foram singles do disco “Cuatro Para Las Cuatro”, que foi gravado na Europa, e ficou entre as músicas mais tocadas do México na época. Foi também nessa época que Dulce ouviu sua voz na rádio pela primeira vez, ela tinha 15 anos de idade. Dulce também escrevia algumas músicas em parcerias com as outras integrantes do grupo, são essas: Tu Falso Amor, Cómo Duele, Dos Veletas, e Tonta. Ela também escreveu sozinha e gravou a faixa titulada “Lentamente”, porém nunca chegou a ser lançada. Dulce saiu do grupo para se dedicar a atuação, já que surgiu a oportunidade da sua primeira protagonista: Marcela, em Clase 406.

Clase 406

Clase 406 foi um produto da novela de mesmo nome. O grupo gravou dois discos para a trilha sonora da novela, sendo elogiado pelo desempenho das vendas no México. Foi nesse momento que Dulce começou a visualizar seu disco solo.

RBD

RBD foi um grupo formado na novela Rebelde que saiu das telinhas e se converteu em um fenômeno artístico e social a nível mundial, lotando em seus shows estádios como o Santiago Bernabeu em Madrid e o Maracanã no Rio de Janeiro e se apresentando em outros países que não falavam espanhol. Composto por Dulce María, Anahí, Maite Perroni, Alfonso Herrera, Christian Chávez e Christopher Uckermann. Junto ao RBD, Dulce grava vários discos, entre eles Rebelde, em 2004, Tour Generación RBD en vivo, Nuestro Amor, em 2005 e Celestial, em 2006. Ainda em 2006, lançam outra produção ao vivo: Live in Hollywood e, no mesmo ano, a primeira produção em inglês: Rebels. Já em 2007, lançam Hecho en España, outra produção ao vivo; e Empezar Desde Cero. O grupo alcança vários prêmios, entre eles Premios Juventud, “Billboard Latin Music Awards”, “Premios Lo Nuestro”, “Premios Oye”, “Orgullosamente Latino” e outros mais. Com o RBD, Dulce consegue diversos discos de platina e de ouro e realiza turnês em vários lugares do mundo. Dulce María conhece mais de 23 países, canta em mais de 116 cidades, vende mais de 15 milhões de discos, 4 milhões de DVD’s, além dos 17 milhões de downloads na Internet, sem contar sua versão da famosa boneca Barbie. Em 15 de agosto de 2008, após quatro anos de êxito, o grupo RBD anuncia sua separação e realiza uma turnê mundial de despedida chamada Tour del Adiós, que passa por toda América Latina e Europa . No ano seguinte lançam, então, o último álbum de estúdio Para Olvidarte De Mí e o DVD Tournée do Adeus, marcando para sempre a trajetória do maior grupo pop mexicano das últimas décadas.

Discografia:

Abaixo você pode conferir todos os charts em que os singles e álbuns de Dulce María foram tabelados. Desde os países mais inimagináveis até sua terra natal. Confira:

ÁLBUNS:

Extranjera (Primera Parte): A primeira parte do primeiro álbum de estúdio de Dulce María foi um verdadeiro sucesso. Debutando em países como Croácia e Polônia, o disco rendeu ótimas críticas boas posições em charts de todo o mundo.

Principais paradas:

Argentina (CAPIF): #6

Brasil (Top 100 Albums): #6

Croácia (International Albums): #6

Espanha (PROMUSICAE): #9

Estados Unidos (Latin Pop Albums): #11

Estados Unidos (Latin Albums): #66

México (AMPROFON): #1

Polônia (Polish Music Charts): #79



Extranjera (Segunda Parte): A segunda parte do álbum não debutou em tantos países, mas mesmo assim conseguiu boas posições por onde passou. No Brasil, o DVD+CD debutaram em número #1 de vendas.

Principais paradas:

Argentina (CAPIF): #16

Brasil (Top 100 Albums): #1

Espanha (PROMUSICAE): #24

México (AMPROFON): #29

CERTIFICADO: Com um junção das vendas da primeira com a segunda parte, Extranjera foi oficialmente certificado como disco de platina (40 mil cópias) no Brasil, tornando-a única mexicana com o feito em nosso país.



Sin Fronteras: O tão aguardado segundo álbum de estúdio finalmente foi lançado em 2014 e conquistou ótimas posições na loja virtual iTunes em diversos países. Nos charts oficiais, ele rendeu o melhor debut de Dulce nos Estados Unidos.

Principais paradas:

Estados Unidos (Latin Pop Albums): #6

Estados Unidos (Latin Albums): #40

México (AMPROFON – Español): #3

México (AMPROFON – General): #8



SINGLES:

Inevitable: O primeiro single da carreira solo de Dulce María foi um verdadeiro sucesso. Em 2010, a música foi uma das mais tocadas –#41 – em toda a América Latina e debutou em charts de diversos países.

Principais paradas:

América Latina (Top 100 – Semanal): #3

América Latina (Top 100 – Anual): #41

Argentina (Top 100): #6

Bolívia (Top 100): #14

El Savador (Top 100): #30

Estados Unidos (Billboard Latin Digital Songs): #45

Estados Unidos (Billboard Latin Pop Digital Songs): #24

Guatemala (Top 100): #5

Honduras (Top 100): #15

México (Monitor Latino – Pop): #7

Nicaragua (Top 100): #13

Panamá (Top 100): #10



Ya No: Seguindo os passos de seu antecessor, este single também se deu bem em alguns países e cravejou o segundo top 20 de Dulce nas rádios mexicanas, segundo o Monitor Latino. A canção também foi a #66 mais tocada na América Latina em 2011.

Principais paradas:

América Latina (Top 100 – Semanal): #10

América Latina (Top 100 – Anual): #66

Argentina (Top 100): #19

Chile (Top 100): #81

Estados Unidos (Billboard Trending 140 – Real Time): #2

Estados Unidos (Billboard Trending 140 – Last 24 Hours): #97

México (Monitor Latino – Pop): #13



Ingenua: Depois de dois singles bem sucedidos, infelizmente Dulce não acertou na escolha do terceiro. Com pouca divulgação e vários erros quanto a postagem de seu videoclipe, este é o single menos sucedido da carreira de Dulce.

Principais paradas:

Argentina (Top 100): #98

México (Monitor Latino – Pop): #95



Lagrimas: O primeiro single do segundo disco de Dulce María é seu segundo maior hit no Spotify – com mais de 1 milhão de streams – e possui mais de 20 milhões de visualizações no Youtube.

Principal parada:

Equador Top 100: #44

Estados Unidos (Billboard Trending 140 – Real Time): #1

Estados Unidos (Billboard Trending 140 – Last 24 Hours): #114



Antes Que Ver El Sol: Pode ser considerado seu terceiro maior hit nas rádios, atrás de Inevitable e Ya No. Debutou no Monitor Latino e de quebra no México Español Airplay da Billboard.

Principais paradas:

Equador (Top 100): #62

México (Monitor Latino – Pop): #18

México (Billboard México Español Airplay): #21



O Lo Haces Tú O Lo Hago Yo: O terceiro single desta era obteve sucesso mediano. Debutou no Monitor Latino e conquistou alguns números #1s em rádios mexicanas.

Principais paradas:

Equador (Top 100): #170

México (Monitor Latino – Pop): #37

México (Billboard México Español Airplay): #27



OUTROS SINGLES

El Regalo Más Grande: Ao lado de Anahi, a versão do single de Tiziano Ferro não decepcionou e chegou ao topo de alguns charts, rendendo a ambas as cantoras seu primeiro #1 em um chart oficial sem a banda RBD.

Principais paradas:

Costa Rica (Top 100 – Semanal): #3

Costa Rica (Top 100 – Anual): #9

Costa Rica (Top 100 – Anual (Latin)): #5

Guatemala (Top 100): #9

Panamá (Top 100): #1



Beautiful: O dueto com Akon rendeu muito mais que o esperado ao alcançar o Top 20 do Monitor Latino, categoria “Inglês”, no México.

Principais paradas:

Costa Rica (Top 100 – Anual): #28

Costa Rica (Top 100 – Anual (Inglês)): #6

México (Monitor Latino – Inglês): #16

No Regresa Más: Foi lançada como single somente na Venezuela, mas obteve ótimo desempenho na Espanha, país natal de Henry.

Principais paradas:

Espanha (PROMUSICAE): #37

Venezuela (Record Report – Top 100 General): #41

Venezuela (Record Report – Top 40 Latin): #12

Venezuela (Record Report – Multimídia): #1

EXTRA: Mesmo não sendo single, Dulce María teve algumas músicas que chegaram a charts oficiais. Confira:

Extranjera: A canção estreou no chart oficial da Espanha na posição #29 sem qualquer tipo de divulgação.

Girando En Un Tacon: A música conseguiu um peak de #146 no chart oficial do Equador sem qualquer tipo de divulgação.

Videografia:

Entre Azul y Buenas Noches – Jeans

Azul – Jeans

Corazón Confidente – Jeans

Rebelde – RBD

Solo Quedate En Silencio – RBD

Salvame – RBD

Nuestro Amor – RBD

Aún Hay Algo – RBD

México, México! – RBD

Ser O Parecer – RBD

Tu Amor – RBD

Celestial – RBD

Besame Sin Miedo – RBD

Inalcanzable – RBD

Empezar Desde Cero – RBD

El Regalo Más Grande – Feat. Tiziano Ferro & RBD

Beautiful – Feat. Akon

Inevitable

Ya No

Ingenua

Es Un Drama

En Nuestra Manos – Feat. Multi

Reloj de Arena

Lágrimas – Feat. Julión Alvarez

Antes Que Ver El Sol

O Lo Haces Tú O Lo Hago Yo

No Regresas Más – Feat. Henry Mendez

Turnês:

Extranjera On Tour

Foi a turnê de divulgação do álbum e teve início no dia 15 de abril de 2011, no México, em Puebla. A última apresentação da turnê foi realizada no dia 09 de dezembro de 2012, em São Paulo, Brasil, totalizando 38 apresentações.
Sin Fronteras World Tour

Sin Fronteras World Tour é a segunda turnê mundial da atriz, cantora e compositora Dulce María em carreira solo, visando promover o seu segundo CD em estúdio, Sin Fronteras, lançada em julho de 2014. A turnê conta com três versões: On Tour, para grandes públicos, On Intimate Tour, para públicos menores e planejada com a intenção de alcançar mais cidades, e a “Reloaded Tour”, que se iniciará em abril de 2015 como segunda fase da turnê.
Special