trittolizinha

%AVATAR%

%LOGIN% %TIMESTAMP%

%COMMENT%

trittolizinha

4/28/15, 6:18 AM | 69 Views | Save

Éle&Dê

Vinte e oito de dezembro de dois mil e nove.
Aconteceu Luis.
Uma praça, sorriso de adolescente apaixonado, e depois de um aperto no estômago e um beijo aconteceu nós.
Nesse dia o presente foi um colar, e ele não ganhou só isso...
Ambos souberam que aquilo seria tudo, menos pequeno, que a intensidade levaria anos para se desfazer mas mesmo com os anos ela não se desfez. Aconteceu o amor.
Luis teve grande importância mostrando que a lâmina que curava minha alma também o fazia sangrar, a abstinência foi curada com doses de olhares apaixonados que veio de brinde com o sorriso.
Eu não saberia explicar tamanha sintonia entre duas pessoas, há quem diga que a pureza e a força do sentimento nunca nem sequer se foi, e o momento em que liam "eu te amo" um do outro, o frio na barriga gritava.
Foram meses de músicas representativas e uma significância incondicional, e aos poucos o que parecia certo foi ficando cada vez mais visível. Ficou marcado na pele para que a lembrança pudesse ser levado para onde quer que fosse, com paixão ou não.
Acertar sempre foi um desafio, dentro dos pesares e dos poucos acertos havia algo mais forte que segurava, sempre houve a consciência de que amor maior não haveria e que listar isso era impossível.
"Ando pela cidade pensando, é vazio sem você."
Mantive uma distância confortável que vez ou outra um semblante me fazia sorrir, ligação de outra vida, todo esse tempo e o sorriso que representa o carinho que nunca deixará de habitar.
Luis vinculou todos os seus erros e acertos com o riso frouxo e os olhos lacrimejando, era utópica a plenitude de uma paz que sempre quis buscar mas nunca teve firmeza pra isso, dizia que via isso em mim.
Me tornei sua.
Assistir tombos e recaídas, tropeços e desacertos com a esperança do próximo passo ser mais forte e ajustável conforme o tempo e a maturidade.
- Eu nem sei mais o que estou escrevendo, me ajuda. -

Luis levou sua própria vida e com a dele uma grande parte da minha.
Um pedaço, uma metade.
"Olhar suas fotos e querer ter te conhecido desde sempre."

05:45 am
27/04/2015

Amor como o nosso nunca vai existir.

Subscriptions with local payment methods

Unlimited photos

Subscribe to Meadd

trittolizinha won't let you see the comments on this photo.

Just who has an account on meadd can comment.