rolfmuller
rolfmuller

badge

%AVATAR%

%LOGIN% %TIMESTAMP%

%COMMENT%

21 de janeiro de 2021 4 views

Como chegamos até aqui? 

Você certamente já recebeu uma ligação de algum instituto de caridade, em qual foi chamado pelo nome. Em seguida foi perguntado: "Como vai?" 
A maioria responde por costume ou por educação que está bem, afinal como vai dizer que não está bem para alguém que não conhece? Em seguida a pessoa reforça a sua resposta: "Que bom, que o senhor está bem! Então, eu estou ligando para pedir uma contribuição para a nossa instituição de caridade!" 

Em inglês essa tática de manipulação (sútil) é chamada de "food in the door" (pé na porta), ou seja, você não consegue simplesmente fechar a porta na cara da pessoa, o pé por ela colocado, te impede. Você foi colocado numa sinuca de bico: Como alguém que está bem pode negar uma contribuição para pessoas necessitadas? 

Quer um outro exemplo? Um amigo te pede para lhe emprestar mil reais. Você nega. Aí ele vira para você e diz: "Então me arranja pelo menos 50 para pagar uma conta?" 
A maioria vai consentir, sabe porque?

No subconsciente você acha que economizou 950 reais, quando na verdade perdeu 50, já no fundo sabe que chances de reaver teu dinheiro são pequenos.
Muitas pessoas usam essa forma de manipulação sem sequer se dar conta que estão manipulando o outro. Ela agem assim, porque funciona. 
Sabe com quem funciona? 
Com pessoas que tem baixa auto-estima e ligam muito para a opinião dos outros. Elas se sentem culpadas em dizer que não querem contribuir para a instituição de caridade, mesmo estando bem. 
Cada vez que tiverem que dizer não para algo ou alguém, elas acham que o outro vai deixar de gostar delas.

Infelizmente a maioria tem baixa auto-estima, e os manipuladores "profissionais" que são psicopatas ou sociopatas se aproveitam disso. 
O que eles querem? Escravizar as pessoas. Mas eles não podem fazer isso da noite para o dia. 
Primeiro criaram divisões para jogar as pessoas umas contra as outras. Para isso você usaram grupos minoritárias.

Depois te enquadram: se você criticar o gayzismo, você é rotulado de homofóbico, se criticar o feminismo, é chamado de machista, e se disser que não estiver disposto a ajoelhar ou erguer teu punho, porque o BLM te intimida, você é uma fascista e racista. 
Se trouxer números concretos a respeito da fraudemia, provando que que não morreram mais pessoas de um ano para o outro, é negacionista e por aí vai.

Eles enquadram e manipulação intencionalmente. Os psicopatas nunca vão pessoalmente, eles instigam idiotas que se vestem de preto e fazem seu serviço sujo.

Trago uma boa e uma má notícia: Para reverter um processo, é necessário um outro processo.
Ou seja, a má notícia é, que não vamos resolver isso num estalar de dedos. 
Qual é a boa notícia então? 
A multidão que acordou, vai iniciar esse processo e ajudar a esclarecer outras pessoas. Se tomou a redpill, não estará mais disposto de voltar para a ignorância.
Não tem mais como desaprender aquilo que aprendeu nos últimos anos. 

Subscriptions with local payment methods

Unlimited photos

Subscribe to Meadd

Special