regiaefelipe
regiaefelipe
News

𝐍𝐎𝐒𝐒𝐀 𝐇𝐈𝐒𝐓𝐎́𝐑𝐈𝐀 ❤

Prazer galerinha do meadd.com, nos chamamos Régia & Felipe e aqui iremos contar a nossa história

O início da nossa história chega a ser engraçado, porque era para termos nos conhecidos dois anos antes, porém as circunstâncias não deixaram, primeiro porque eu 'fugi' que nem uma doida para casa de um primo meu & ele não conseguiu pegar o ônibus que levaria ao destino, que era o Chá de Fraldas da Alicinha. Deixa eu contar essa parte para vocês, para que possam entender. Em 2012, rolou o chá de fraldas da neném da minha prima que é casada com o primo dele, sacaram??? E nessa época eles já queriam nos juntar. Só que eu passei o dia todo com esse povo nos meus ouvidos dizendo que iriam me apresentar a um primo do Everton (marido da minha prima), que eu me injuriei, e na primeira oportunidade que tive, vazei do local kkkkkk. E bom, como ele (Felipe) não chegou mesmo, eles ficaram chateados que perderam a oportunidade de juntar os primos kkkkk.

Porém, em janeiro de 2014, eu estava de volta. Como assim Régia? Pois é minha gente, eu morava em Camaçari-BA e viajava pra visitar os parentes em Aracruz/Jacaraípe - ES. E em janeiro/2014 eu estava no ES novamente, e mais uma vez eles vieram com história de nos apresentar, porém já tinham se passado dois anos & acredito que ambos estavam mais a vontade com toda a situação, ou não kkkkkk.

Nos conhecemos no dia 17/01/2014, na casa dele, depois de muito esperar... minha prima fazendo a maior pressão psicológica nele pra vir pra casa logo, porque queria lhe apresentar a prima kkkkkk. Mas como ele demorou muito, não podemos ficar depois. Foi apenas aquele 'oi' e aí logo em seguida, minha prima marcou de todos nós (Eu, ele, minha prima, a neném, a mãe dela e a mãe dele) nos encontrarmos na casa dele no dia seguinte para irmos a uma lanchonete. E assim aconteceu, fomos na lanchonete, deixaram ele e eu um pertinho do outro (eu morrendo de vergonha por sinal, que eu era muito, mas muito tímida, hoje sou bem menos), e a minha prima, minha madrinha, a neném e a mãe dele do outro lado só olhando kkkkkk (me mataaa) kkkkkkk. Aí conversavámos, mas era aquele negócio sem privacidade sabe? Voltamos pra casa dele, nos isolamos na parte da frente da casa pra conversar melhor, só que o mais engraçado era, que enquanto conversávamos, ouvimos os rangidos da cama do lado de dentro, porque estavam tentando ouvir o que falávamos kkkkkkk, e nós morríamos de tanto rir kkkkkkk. Aí minha prima resolveu ir embora e me largou lá (eu fiquei whaaaaaaaat???), mas conversamos um pouco mais e depois ficamos (hihihi), só que já estava tarde e eu precisava ir, então ele me deixou na casa da minha avó. Pegamos os números de telefone um do outro e até aí 'tchau'.

Fui para casa da minha avó, fiquei lá e passei a madrugada todo mandando mensagem pra minha prima kkkkkkk' só que era na base da mensagem de texto mesmo, nada de whatsapp, não conhecíamos e tem tínhamos aparelhos pra isso kkkkk. Na semana seguinte, minha prima continuava mandando mensagem pra mim, e vocês não acreditam kkkkk' ela ligou para ele, pra ele tomar coragem e me chamar pra sair só nós dois kkkkk', só que nesse dia eu estava na casa de uma tia minha, que mora na roça e dificilmente pega sinal lá, e por incrível que pareça, quando Felipe me ligou, surgiu sinal de não sei onde kkkkk' e marcamos de nos encontrar novamente. Saímos, tomamos açaí (que anos depois descobri que ele odeia açaí kkkkk), conversamos e ficamos novamente, e novamente ele me deixou na casa dos parentes, porque eu estava a passeio. Eu lembro que minha viagem estava chegando ao fim, pensei que nunca mais fosse vê-lo, aí no dia antes de eu viajar, minha madrinha me chamou para ir na casa dele, pegar não sei o quê com a mãe dele, corri no banheiro rapidinho, ajeitei os cabelos cabelos e passei um perfume kkkk, minha madrinha solta: "Felipe não vai tá lá não." Aí beleza, quando a gente chegou lá, eles estavam saindo de casa e dou de cara com quem? Com ele mesmo kkkkkkk, só que ele tava saindo pra comprar roupa que uma prima dele iria casar no outro dia, e eu iria voltar pra casa. Então vi ele rapidamente e me despedi.

Voltei para minha casa em Camaçari-BA, ficamos nos comunicando pelo menseger e mensagem de texto por um bom tempo, ai depois minha avó teve um AVC e perdemos contato por um determinado tempo ;/ eu estava envolvida com os problemas, minha avó internada direto, eu trabalhando em dobro e por aí vai, até que minha avó teve uma melhora e bom, ficamos todos focados na melhora dela e recuperação.

Me lembro quando foi +/- em setembro/2014, voltamos a nos falar. Que por uma acaso ele tinha comprado um celular naquela semana e apenas instalado o WhatsApp kkkkk' só que eu nem sabia né gente?? Quando eu vi ele nos meus contatos no WhatsApp, não pensei duas vezes e mandei msg pra ele: "Quer dizer que agora vc está no WhatsApp e nem fala comigo né?" kkkkkkkkk muita cara de pau? talvez kkkkk' mas foi como se nunca tivéssemos deixado de nos falar, conversamos bastante, sobre tudo o que aconteceu com minha avó e porque eu tinha sumido. E eu sei que a partir desse dia nos falávamos todo santo dia, desde o bom dia até o boa noite. Nessa época eu estudava em Salvador a noite, e ele tinha que dormir cedo porque saia pra trabalhar de madrugada, mas nem por isso ele deixava de me dar um boa noite... e assim seguimos, mesmo que distantes, continuamos conversando todos os dias... até que no dia 29/11/2014, abrimos o coração um pro outro e decidimos que iríamos namorar, mesmo que fosse a distância.

Eu lembro que na mesma noite, acho que era um sábado, eu cheguei e falei a minha mãe que estava namorando. E no início, assim como ela, outras pessoas não botaram fé no nosso relacionamento à distância (e em todo o decorrer do nosso relacionamento). E logo ele prometeu que no carnaval/2015 estaria ali, junto comigo (no natal/2014 ele ficou todo pra baixo, porque a empresa não iria dar férias coletivas como sempre dava todo ano e não poderia me ver ainda naquele ano. E eu tinha passagem comprada para viajar em janeiro/2015 para Goiás e meus pais não me deixaram mudar meus planos para ir vê-lo :( ). Mas como prometido, no carnaval de 2015, ele pediu um dia a mais ao chefe dele na empresa, pegou o avião (primeira vez que ele viajava de avião) e veio me ver, e foi como se nunca estivéssemos estado longe um do outro por um ano inteiro *-*

Sempre tivemos o nosso relacionamento a distância, eu (Régia) morando em Camaçari-BA e ele em Aracruz-ES, porém nem toda essa distância e nem as más línguas foram capazes de nos separar

Desde então sempre revezámos para estarmos juntos, ele pegava um período curto de férias e ia pra Camaçari, e eu sempre viajava pra Aracruz. O período mais longo que estivemos sem nos ver foi 06 meses... vocês acham que é fácil? né não gente gente...

Com 02 anos e 07 meses de namoro, ele me pediu em casamento  de uma forma que eu não esperava, e nem meus pais haha' No dia da minha colação de grau do Curso de Ciências Contábeis (17/08/2017). Eu estava bem nervosa, porque primeiro pegamos um engarrafamento horroroso pra chegar na faculdade (Salvador em horário de pico é o ó), achei que ia chegar atrasada na faculdade ee' cheguei lá e o povo ainda estava tudo meio doido organizando as coisas.... então fomos para o Deck que tem na minha faculdade para tirar fotos (contratei o fotógrafo de última hora - este se tornou o fotógrafo do nosso pre-wed e casamento), e parecia que o nervoso só piorava, então o fotógrafo começou a fazer umas brincadeiras para ver se eu relaxava um pouco, aí tava lá tirando as fotos, eu vejo o Felipe pedir alguma coisa ao meu irmão, se ajoelhar na minha frente e com o maior sorriso do mundo me fazer o pedido... gente, eu fiquei tão surpresa que esqueci de responder HUAHAUHAUAHUAHUA' aí ele arregalou o olho e ficou balançando a cabeça perguntando qual a resposta...e eu disse SIM com certeza...(detalhe: meus pais não sabiam do pedido, ele apenas tinha contado ao meu irmão e justamente porque precisava esconder a caixinha do anel).

Continua....