marvel

badge badge

%AVATAR%

%LOGIN% %TIMESTAMP%

%COMMENT%

19 de setembro de 2021 66 views

Wong, o fiel escudeiro, amigo e protetor do Doutor Estranho está de volta em Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis, e apesar de aparecer pouco no filme, suas aparições são importantes e criam diversas teorias.

Nos quadrinhos, além do fato de ser uma espécie de mordomo de Strange, poucas pessoas conhecem a história Wong. Ao longo dos anos, ele se transformou de um personagem unidimensional em alguém bem mais interessante, contribuindo nas batalhas de várias maneiras e até salvando a vida de Strange várias vezes. 

10 – Criação e nome

Wong foi criado por Stan Lee e Steve Ditko em 1963, nas páginas da edição #110 de Strange Tales. Inicialmente, ele era apenas um estereótipo exagerado, como costumava acontece bastante naquela época – e por muito tempo a Marvel foi criticada por ele ser apenas o criado asiático de um homem branco.

Para se ter uma ideia, em suas primeira aparições Wong sequer tinha um nome. Isso só foi acontecer em Strange Tales #119.

9 – Descendente de Kan

A linhagem de Wong provém de monges que vivem em Kamar-Taj, uma comunidade isolada no Himalaia. Ele é um descendente direto de Kan, um monge chinês que estudou ocultismo. Em Doctor Strange #44, Wong explica as origens e o significado de seu ancestral.

Depois de descobrir um templo estranho, Kan é puxado através de um espelho mágico para uma dimensão alternativa. Lá ele conhece o príncipe Jehan, sua irmã, a princesa Shialmar, e o mago da corte, Vung. Eles acham que Kan foi enviado para ajudá-los a lutar contra os Reis Magos e recuperar seu reino do domínio opressor. No entanto, Vung estava secretamente usando-o como um peão para promover a influência dos Reis Magos no mundo. Para ajudar na luta, Shialmar sacrificou sua alma para matar Vung e os Reis Magos. Como resultado, ela própria se transformou na maligna Rainha das Sombras, e baniu Kan de volta para seu mundo.

Por se sentir péssimo em ter sido apenas manipulado para causas vis, Kan se certificou de que todo filho primogênito depois dele serviria aos místicos que usassem suas forças para o bem.

8 – Treinou desde criança

A família de Wong conhece o Ancião e o Mago Supremo há gerações. Começando com seu ancestral, Kan, é tradição que todos os primogênitos da família de Wong sirvam ao Ancião. Conforme já dito, Kan começou isso porque queria ter certeza de que sua família sempre estaria servindo ao lado bom da magia.

Não sabemos muito sobre a família de Wong, exceto que seu pai, Hamir, também seguiu essa tradição. Como Wong era o filho primogênito, ele dedicou sua vida a servir ao Ancião desde os 4 anos de idade. Ele foi levado para seu monastério remoto e treinado em como servir aos Magos Supremos e lutar em combate corpo a corpo.

Quando Wong atingiu a idade adulta, o Ancião o enviou para os Estados Unidos para atender às necessidades de Stephen Strange. No entanto, ele rapidamente se tornou o amigo mais próximo de Strange.

7 – Ele é um mestre em artes marciais

Wong pode ter treinado com o Ancião, mas isso não significa que ele tenha superpoderes. No entanto, ele faz mais do que cuidar da casa de Strange. Durante seu tempo no mosteiro, ele se tornou adepto de diversas artes marciais e ajudou a treinar Stephen no combate corpo a corpo. Em diferentes variações, nós o vimos enfrentar ninjas e outros adversários humanos, enquanto Strange enfrenta ameaças mais místicas.

Ele usa principalmente seus punhos, mas também sabe lutar com armas brancas. Por exemplo, em Doctor Strange #44, Wong ajudou a lutar contra soldados e gárgulas inimigos usando apenas um cajado. Em “O Juramento”, de Brian K. Vaughan, vemos um pouco mais desse lado de Wong. Ele é mostrado lutando em diversas ocasiões, e derrotando sozinho dúzias de inimigos, inclusive em um momento que Strange está distraído e só percebe quando vê os corpos espalhados pelo chão.

6 – Os amores de Wong

Embora Wong pareça focado apenas em atender às necessidades de Strange, ele é muito popular entre as mulheres. Mesmo que sua amizade tenha começado um pouco antagônica, Wong ajudou a secretária de Strange, Sara Wolfe, nas técnicas de cura e autodefesa. Eventualmente, eles começaram a se apaixonar. No entanto, Wong cortou qualquer relacionamento potencial porque ele havia sido prometido a uma mulher chamada Imei Chang.

Desde criança, Wong estava prometido para se casar com Imei, mas teve que esperar até que eles tivessem a idade adequada. Ao contrário de Wong, Imei não possui nenhuma habilidade especial. Ela é apenas uma humana normal que vive na cidade de Nova York. Mas ela não é o tipo de personagem má que está no caminho do amor de Wong e Sara; ela e Wong na verdade tem um noivado bem feliz e até lutam juntos em algumas ocasiões. Infelizmente, a felicidade deles não dura muito quando Imei é morta pela vilã Irmã Nil.

5 – Já tentou matar Strange

É muito difícil para Wong ficar com raiva de Strange. Apesar das inúmeras lesões e acidentes, ele sempre parece confiar nele. No entanto, a única vez que Wong ficou com raiva foi quando Strange não impediu a morte de sua noiva, Imei Chang, pela Irmã Nil. Isso o deixou mentalmente perturbado e o motivou a sair do lado de Stephen e se juntar a Salomé, um demônio que era uma ex-Maga Suprema. Ela alegava ter ligado a alma de Imei a um demônio chamado Xaos e a ressuscitaria se Wong a ajudasse a matar o Doutor Estranho.

Ao longo da série, Wong tenta matar Strange várias vezes até que ele mostra a Wong que Salomé o enganou o tempo todo. Acontece que Imei estava realmente morta, com Xaos sendo usado apenas como isca. No entanto, Strange fez as pazes com Wong, levando-o para visitar Imei no pós-vida. Depois dessa edição, Strange começa a tratar Wong mais como um irmão.

4 – Morto por Drácula

Aparecendo pela primeira vez no romance de Bram Stoker de mesmo nome, Drácula se tornou um ícone do terror. Ele apareceu em inúmeros livros, programas de TV e filmes. Embora seja mais conhecido por suas aparições em filmes clássicos, ele também se tornou bastante proeminente no mundo dos quadrinhos da Marvel. Criado por Gerry Conway e Gene Colan, o “Vlad Dracula” da Marvel fez sua estreia na série A Tumba de Drácula, de 1972. E ele enfrentou inúmeros heróis da Marvel, incluindo o Doutor Estranho.

A edição #44 de A Tumba de Drácula começa com Strange procurando Wong. Ele o encontra morto com marcas de mordida no pescoço, quase completamente sem sangue. Depois de mergulhar na mente de Wong, Strange testemunha Drácula mordendo o pescoço de Wong depois de ser pego matando outra mulher. Strange usa essa visão como pistas para encontrar o assassino de Wong.

Depois de duas exaustivas edições, Strange consegue matar Drácula e ressuscitar Wong ao quebrar a maldição do vampiro. Mesmo que Wong tenha sido usado apenas como um artifício para trama, mostrou que Strange estava disposto a (literalmente) morrer para salvar seu único amigo.

3 – George Takei

O ator George Takei, mais conhecido pelo papel de Hikaru Sulu na série clássica de Star Trek já interpretou Wong. Na série animada do Homem-Aranha dos anos 1990, ele dublou o personagem em sua única aparição. Enquanto procurava por Mary Jane, Peter Parker salva Wong de um grupo de ninjas. Acontece que os ninjas sofreram uma lavagem cerebral sob o comando do Barão Mordo.

O Homem-Aranha pede a ajuda de Wong e do Doutor Estranho para quebrar o transe de Mordo, e Wong participa das lutas desse episódio de forma ativa, usando duas espadas curtas com precisão. Mesmo que tenha sido apenas por um episódio, nos deu uma amostra de suas habilidades de luta.

2 – Câncer cerebral

Brian K. Vaughan é mais conhecido hoje por sucessos como Saga e Paper Girls, mas ele escreveu bastante coisa para a Marvel no passado, e uma delas é a HQ “O Juramento”, uma das mais interessantes do Doutor Estranho. A história lida com temas de moralidade e medicina, além de mergulhar em críticas sobre empresas farmacêuticas.

Quando Stephen Strange é derrotado por um vilão misterioso chamado Brigand, ele percebe que o ladrão roubou um artefato mágico: a cura para o câncer. E acontece que Wong foi recentemente diagnosticado com um tumor cerebral terminal e precisa daquela poção para sobreviver. Ele gostaria de passar seus dias servindo a Strange o melhor que puder. No entanto, Strange não permitirá que isso aconteça. Em vez disso, ele e a Enfermeira Noturna vão até o fim do universo para tentar pegar a poção de volta. Vaughan mostra um lado mais afetuoso de Strange nesta história. Sabemos que ele é pomposo e arrogante, mas O Juramento aprofunda sua amizade e ilustra os sacrifícios que ele fará por seu melhor amigo.

1 – Quase ficou de fora do MCU

No Universo Cinematográfico Marvel, Wong é interpretado por Benedict Wong, e tem um papel bem mais ativo que nos quadrinhos. Mas o fato é que, quando o primeiro filme do Doutor Estranho estava em desenvolvimento, ele quase ficou de fora.

De acordo com o diretor, Scott Derrickson, já havia muita polêmica por terem transformado o Ancião em uma mulher branca, e ele achou que seria ainda pior se colocassem um asiático como o mordomo de Strange. Dessa forma, ele pensou em simplesmente em não colocar Wong no filme, mas depois pensou melhor e chegou à conclusão de que seria muito melhor retrabalhar o personagem de uma forma mais ativa.

É por isso que em vez de ser apenas o ajudante, Wong tem um papel muito maior. Além de exímio lutador de artes marciais, ele é também um mestre nas artes místicas, ajudando a ensinar a Strange os conceitos da magia.

FONTE: OVICIO

Special