lovatodemi
lovatodemi

badge badge badge badge badge badge badge badge

News

/problemas pessoais

Em uma entrevista para Ellen DeGeneres, Demi admitiu que havia sofrido experiências de bullying na sétima série da escola. Segundo a jovem, isso era tão incomodativo que pediu a sua mãe que passasse a ter aulas em casa. Mais tarde, ela disse, "Me chamavam de gorda. E essas meninas nunca me explicaram o porquê dessa intimidação. Então eu pensava: 'ah, então eu não tenho amigos porque sou gorda'".

Em novembro de 2010, ela suspendeu sua participação em uma turnê que realizava com a banda Jonas Brothers e internou-se voluntariamente em uma clínica de reabilitação especializada em adolescentes e jovens. De acordo com seu empresário, a artista "decidiu se tornar responsável por seus atos e procurar ajuda". Pouco depois, a Disney informou que "apoiava a decisão feita pela cantora de colocar sua saúde em primeiro lugar" e que "lhe desejam o melhor". Em 28 de janeiro de 2011, pouco menos de três meses depois de iniciar o tratamento na clínica, ela o concluiu e voltou para Los Angeles.

No início de março do mesmo ano, gravou um vídeo de pouco mais de um minuto para o portal Câmbio, no qual disse "estar bem" e que o apoio que tinha recebido a ajudou a passar pelo que chamou de "a época mais sombria de sua vida". Ela completou dizendo que tinha passado "por uma jornada muito difícil nos últimos meses, lidando com questões com que várias outras garotas também têm que lidar", mas que estava "animada para voltar ao trabalho e descobrir o que o futuro lhe reserva". Na época da internação, foi divulgado que os motivos seriam problemas emocionais e físicos; depois, Demi confirmou que sofria de distúrbios alimentares e automutilação - além de transtorno bipolar, que descobriu apenas durante o tratamento. A cantora também disse estar "feliz e mais inspirada" após sua saída da clínica. Ela tatuou as palavras "Stay" e "Strong" (em português: Permaneça forte) nos seus pulsos, como um mote.

Demi não tinha interesse em manter contato com seu pai distante, Patrick, depois de seu divórcio de Dianna. Ele é o sujeito de sua canção "For The Love of a Daughter", que teria sido motivada por uma série de entrevistas dadas por seu pai para beneficiar-se de sua fama. Ele morreu de câncer em 22 de junho de 2013, aos 53 anos de idade. Pouco depois de sua morte, Lovato revelou que ele sofria de uma doença mental e que em sua honra criou um programa de auxílio para tratamento.
Special