leomessi
leomessi

badge badge badge badge badge badge badge badge badge badge badge badge

News

𝗕𝗜𝗢𝗚𝗥𝗔𝗙𝗜𝗔 ⧽

Lionel Andrés Messi Cuccittini mais conhecido como Messi (Rosário, 24 de junho de 1987) é um futebolista argentino que atua como ponta-direita ou atacante. Atualmente defende o Barcelona e a Seleção Argentina, onde é capitão por ambas.

Na opinião da grande maioria dos especialistas do esporte, sua qualidade técnica, jogadas, velocidade, habilidade na perna esquerda, trabalho de equipe e extraordinária vocação para o gol, o tornam um dos melhores futebolistas de todos os tempos e do mundo atualmente. Os europeus desde já o comparam aos grandes nomes da história do futebol, como Pelé, Tostão, Garrincha, Di Stéfano, Maradona, Puskás ou Cruijff, alguns o colocando até como o melhor jogador de todos os tempos, como disse Ronaldinho, Rooney, Jordi Alba, Xavi, Iniesta, Hazard, Arthur Melo, Thiago Silva, os técnicos Arsène Wenger e Pep Guardiola, e muitos outros. Messi é o jogador que mais ganhou o prêmio Ballon d'Or, oferecido pela revista francesa especializada France Football, a mais tradicional premiação do futebol mundial, que a partir de 2011 passou a denominar-se Bola de Ouro da FIFA. Messi ganhou por 5 vezes, sendo 4 vezes seguidas, (2009, 2010, 2011, 2012, 2015). Messi também é recordista do prêmio Chuteira de Ouro da UEFA, um total de 6 vezes. Messi também ganhou por uma vez o prêmio Melhor Jogador da UEFA na Europa.

Messi em março de 2014, ao fazer seu 370º gol contra o Osasuna com apenas 26 anos se tornou o maior artilheiro da história do Barcelona, superando o ídolo do clube catalão das décadas de 1910 e 1920, Paulino Alcántara. Messi até hoje mantêm esse recorde e é o artilheiro isolado do clube. Em junho de 2016 pela semifinal da Copa América 2016 contra o Estados Unidos, Messi marcou seu 57º gol e superou Gabriel Batistuta e se tornou o maior artilheiro da história da Seleção Argentina. Messi além de ser o maior artilheiro de sua seleção e seu clube, também é atualmente é o 7º maior artilheiro de todos os tempos, contando apenas gols marcados em jogos oficiais com o Barcelona e a Seleção Argentina. Na sua frente estão apenas Cristiano Ronaldo, Gerd Müller, Puskás, Pelé, Romário e o 1º colocado: Josef Bican. Especialistas dizem que com o tempo Messi vai subir de colocação até o final de sua carreira.

Messi no ano de 2012, surpreendentemente marcou 91 gols em 69 partidas, com uma média de 1,31 gols por jogo, superou o incrível recorde de o futebolista que marcou mais gols em um único ano, superando Gerd Müller que tem 81 gols no ano de 1972, sendo considerando apenas gols marcados em jogos oficiais com o Barcelona e a Seleção Argentina. O ano de 2012 foi o melhor ano da carreira de Messi em questão de gols. Messi além de deter esse recorde, também detêm o recorde de o futebolista que mais marcou gols em uma temporada europeia, foi na temporada 2011–12, quando Leo marcou 73 gols em 60 jogos. A melhor temporada de Messi em questão de gols.

Messi ao conquistar seu 33º titulo pelo Barcelona, a Supercopa da Espanha de 2018 se tornou o jogador com mais títulos na história do FC Barcelona superando Andrés Iniesta. Além disso, Messi também surpreendentemente no dia 16 de fevereiro de 2019, ao fazer seu 30° gol pela temporada 2018–19 contra o Real Valladolid pelo Campeonato Espanhol completou 11 temporadas seguidas marcando pelo menos 30 gols, se mostrando um grande goleador frio. Leo é amplamente considerado o maior jogador da história do Barcelona pelos torcedores.

Messi, em 11 de novembro de 2018, superou o recorde de Gerd Müller, que ao fazer seu 566º gol contra o Real Betis, se tornou o segundo jogador que mais marcou com a camisa de um clube (Barcelona), superando Müller e ficando atrás apenas do Pelé, popularmente conhecido como o maior jogador de todos os tempos, que tem 643 gols. Faltando na época apenas 77 gols, os especialistas diziam que ele conseguiria superar Pelé

Em 25 de novembro de 2017, Lionel Messi renovou seu contrato com o Barcelona: até 2021, com uma multa rescisória de 700 milhões de euros (2,7 bilhões de reais).[31][32] O novo vínculo atualizou o salário de Messi aos padrões atuais de mercado, e dobrou a multa rescisória anterior de 300 milhões de euros.

''Estou feliz. Como sempre disse, é minha casa. Sempre quis fazer toda minha carreira aqui, meu sonho era terminar aqui, e a nossa intenção é conseguir mais coisas, e continuar fazendo história nesse clube.''

disse o argentino aos meios de comunicação oficiais do clube. Sendo então o jogador mais bem pago do mundo atualmente, com uma renda anual de 126 milhões de euros, segundo a revista Veja.

Começou sua carreira aos 7 anos de idade, no ano de 1994, jogando pelo Newell's Old Boys, da Argentina, seu clube do coração e equipe a qual Diego Maradona jogou na fase final de sua carreira. Seu destaque nas categorias de base foi imenso, chamando a atenção de olheiros do Barcelona, que os levaram a Espanha. Sua estreia profissional com o time principal do Barcelona aconteceu no dia 16 de novembro de 2003, em um amistoso não-oficial contra o Porto. Por vez, sua primeira partida oficial como profissional aconteceu no dia 16 de outubro de 2004, contra o Espanyol, pelo Campeonato Espanhol. Seu primeiro gol como profissional viria no dia 01 de maio de 2005, contra o Albacete, válido pelo Campeonato Espanhol, com apenas 17 anos. Inicialmente atuava ao lado de Ronaldinho Gaúcho, o melhor do mundo naquela época. Seu primeiro grande título como profissional foi a La Liga 2003-04. Dois anos mais tarde, viu sua equipe conquistar a Liga dos Campeões diante do Arsenal de Thierry Henry. Seu auge começou na temporada 2006-07, quando ao fim dela, virou um dos três finalistas para disputar o prêmio de melhor do mundo, ficando em segundo lugar. Perdendo para o brasileiro Kaká, do Milan e desbancando Cristiano Ronaldo. Essa temporada foi marcada pela contratação de Josep Guardiola, treinador que mais tarde viria a fazer história.

Em 2008–09, ficou a responsabilidade de Messi ser o principal astro da equipe catalã, o que deu certo, alcançando um feito incrível de todos os títulos disputados, conquistados na temporada. Entre eles, a Liga dos Campeões da UEFA derrotando o Manchester United de Cristiano Ronaldo e Wayne Rooney e o Campeonato Espanhol, que foi liderado pelos catalães durante 29 rodadas consecutivas. Ao fim dessa temporada, foi eleito pela FIFA o melhor jogador do mundo e a Ballon d'Or da revista France Football. Com a conquista desse prêmio individual, se tornou o futebolista mais jovem da história a vencer tal prêmio, com 22 anos. Nos anos seguintes, com a fusão destes dois prêmios e virando o agora chamado Bola de Ouro da FIFA, Messi entrou para a história ao ser o primeiro a conquistar esse prêmio, no ano de 2010. Nesse ano, disputou com seus companheiros de Barcelona, Xavi e Iniesta. Na temporada 2010–11, foi fundamental peça do clube catalão nas conquistas do Campeonato Espanhol e da Liga dos Campeões, após vitória sobre o Manchester United por 3–1, nesse jogo, Messi marcou o segundo gol do Barcelona. Teve um incrível desempenho de 53 gols e 24 assistências, em 55 jogos na temporada, sendo bastante elogiado por todos os fãs do futebol. Novamente conquistou a Bola de Ouro da FIFA, superando Xavi e Cristiano Ronaldo. Lionel Messi tornou-se o futebolista que mais venceu o prêmio por vezes consecutivas: 2009, 2010, 2011 e 2012. Suas características dentro de campo rendem comparações com o também argentino, Diego Maradona. Em 18 de abril de 2012, foi eleito pela revista estadunidense Time como uma das 100 pessoas mais influentes do mundo atual.
Special