kayascodelario
kayascodelario

News

𝕂 π•Š β€’ β€’ ━ Skins

Sem nenhuma experiΓͺncia em atuação, com 14 anos, Scodelario foi escalada em 2006 para a primeira temporada de Skins (Juventude Γ  Flor da Pele no Brasil) como Effy Stonem. Chegando ao local onde aconteceriam os testes, ela achou que era muito nova e ficou desencorajada, mas um produtor a parou antes que ela pudesse ir embora e pediu para fazer um teste. Durante a 1.Βͺ temporada da sΓ©rie seu papel tinha pouquΓ­ssimas falas, mas a personagem foi sendo desenvolvida consideravelmente na 2.Βͺ temporada, em 2008, antes dela eventualmente se tornasse a personagem central em 2009, depois de que o elenco foi substituΓ­do para dar espaΓ§o a nova geração de personagens. Isso fez com que Scodelario, junto com Lisa Backwell, a ΓΊnica personagem a retornar para a sΓ©rie, sendo a ΓΊnica que apareceu nas 4 temporadas de Skins.

Em marΓ§o de 2009 foi anunciado no site oficial de Skins que uma 7.Βͺ temporada havia sido planejada, na qual Scodelario e o resto do elenco reprisariam os seus papΓ©is. As filmagens comeΓ§aram em julho, e Scodelario revelou que 18 de novembro de 2009 havia sido o ΓΊltimo dia de filmagem dela e que ela iria sentir falta de estar na sΓ©rie. Scodelario saiu apΓ³s 4 temporadas, dando espaΓ§o para a 3.Βͺ geração de personagens.

Em 2012, foi anunciado oficialmente que trΓͺs dos personagens antigos de Skins voltariam para uma nova e ΓΊltima temporada. SΓ£o trΓͺs episΓ³dios de duas horas cada, onde Kaya Scodelario, Jack O'Connell e Hannah Murray voltarΓ£o Γ  TV para dar vida a Effy, Cook e Cassie, respectivamente. Os episΓ³dios chamam "Pure" (Cassie), "Fire" (Effy) e "Rise" (Cook) e dΓ£o fim definitivo a saga Skins. Por sua performance em Skins Scodelario foi nomeada na categoria de Melhor Atriz no TV Quick Awards em 2009, e foi cotada como "A garota mais malvada do verΓ£o" na Entertainment Weekly 2009 "Summer Must List".

   ━━━━━━━━━━━━━━━━━━  •  •  π•‚ π•Š  •  • ━━━━━━━━━━━━━━━━━
γ€€γ€€γ€€ο½—ο½—ο½—οΌŽο½ο½…ο½ο½„ο½„ο½†ο½ο½ŽοΌο½‹ a ο½™ a s c o d ο½… l a ο½’ i o - π—ˆ 𝖿 𝗂 𝖼 𝗂 𝖺 𝗅 π—Œ π—ˆ π—Ž 𝗋 𝖼 𝖾
γ€€γ€€γ€€γ€€γ€€γ€€γ€€"𝖳𝗁𝖾 π—†π—ˆπ—†π–Ύπ—‡π— 𝖨 π—Œπ–Ίπ— π—’π—ˆπ—Ž, 𝖨 𝗄𝗇𝖾𝗐 𝗂𝗍’𝖽 𝖻𝖾 𝗍𝗁𝖾 π–Όπ—…π—ˆπ—Œπ–Ύπ—Œπ— 𝖨’𝖽 𝗀𝖾𝗍 π—π—ˆ 𝖻𝖾𝗂𝗇𝗀…π–Όπ—…π—ˆπ—Œπ–Ύ.
           𝖨 𝖽𝗂𝖽𝗇’𝗍 π—„π—‡π—ˆπ— 𝗐𝗁𝖺𝗍 π—π—ˆ π–½π—ˆ 𝗐𝗂𝗍𝗁 𝗍𝗁𝖺𝗍 𝖿𝖾𝖾𝗅𝗂𝗇𝗀. π–§π–Ίπ—‰π—‰π—‚π—‡π–Ύπ—Œπ—Œ."