carnavalsm
Visitors

Today: 0
Week: 0
Total: 242

%AVATAR%

%LOGIN% %TIMESTAMP%

%COMMENT%

18 de outubro de 2019 2 views

Peço atenção de vocês amigos para uma coisa que vocês poderão ajudar sem dúvida:

Se associe ao PubliPT: http://www.publipt.com/pages/index.php?refid=deivisonf1world

Venha ganhar uma verba extra para você! Acesse esse link, se cadastre e comece a ganhar pontos que se transformam em dinheiro ou em propaganda (Conforme a sua escolha) – PubliPT é uma rede Social e um site de publicidade. Esta a 13 anos no ar e lá já anunciaram grandes empresas. É um dos sites mais conhecidos de Portugal.

Lua, O único Satelite que gira em torno da terra. Mas esse tema, não será sobre o espaço sideral, Vamos contar uma lenda Karajá, A Nova Leoa tem esse compromisso de fazer um grande Carnaval, Após 12 anos fora do Grupo Especial.

Enredo:

Tudo começa com a Lua nova...

...Contava os ìndios Carajás que antes não havia nada: Não existia Água, Vegetais e Animais. Só havia Kananciué (Criador), o Ohoti-Bedu, ou Poderoso Feiticeiro, quem não nasceu, sempre existiu. E não tinha corpo como nós, era igual a um pensamento bom. Dominando os Sete Leões Alados, Rei dos 7 dias da criação que encarnavam Poder.
Kananciué deu asas ao pensamento bom, e em sete dias, sobre a claridade da Lua Nova, criou tudo o que existe, a água, as plantas, os animais, as árvores, os ventos e todos os vegetais. Com o sopro da vida, Kananciué deu alento a tudo que criou, formando Legiões de Kuni (almas), poderosas forças invisíveis na natureza. 

Em noites de Lua Nova, as Kuni difíceis de serem controladas, arranjaram um corpo e saem fazendo, estripulias por ai. Foi então que os peixes-aruanã pediram que fossem transformados em outra espécie. Assim progressivamente surgiram os Inã-Son-Wéra, os mais inteligentes e alegres que habitam a Terra, os únicos seres humanos verdadeiros. Só então a criação ficou completa. Contam que Kananciué revelou-se como gente e foi morar juntos com os Inã na praia de Berohokã (Rio Araguaia), que podem ser considerado o Paraíso, o Éden, a Terra Prometida de Cannaã, o Shangrilah, o Nirvana.

Mas nem tudo era fácil no Berohokã. Surgiu a Ubroró, a sombra misteriosa, que se alimentava do paládio clarão da Lua Nova. eram os sobrenaturais da Noite. Os Diabos. Surgem também a Legião dos Cãoeras, espíritos malignos semelhantes a um grande morcego, que vivem em cavernas e costumam a chupar o sangue dos Inã. E, logo depois, os Mapinguari, fanáticos bichos monstruosos, perduram as cabeças de suas vítimas nos seus corpos. Por isso Kananciué-Inã tinha que dar um jeito naquela Ubroró

Lua Crescente

Ele olhou para o céu e viu que a lua tinha "dançado" e que uma metade da superfície visível estava iluminada, era a Lua Crescente. Kananciué-Inã dirigiu-se, então, ao Reino da Pedras-Verdes, onde acontecia uma grande festa para a Mãe dos Muiraquitãs, que são talismãs de cor-azeitona, duro como o jade, representando figuras de sapos, garças, tartarugas e cobras.Surgiram então as harpias acorrentadas - soberbos gaviões-de-penacho com rosto de mulher - e Kananciué-Inà não teve dúvidas: ele estava na tribo das Amazonas, as Cunhã-Puiaras. Recebido pela rainha Cora, ele foi saudado por todos os seres encantados daquele reino, composto também por Icamiabas, Guaracis, Cancões, Sacis e a Mãe da mata. Por mais que procurasse caminho para clarear Ubroró, Kananciué-Inã não encontrou a luz plena. Por isso partiu. Tentou a ajuda dos Urisá-Ní (vagalumes), e os Caiporas, fez uma fogueira à lenha mas de nada adiantou. Ele pediu, então, a presença dos Feiticeiros do Fogo, mas eles lhe pregaram uma peça. Kananciué-Inã deixou-se seduzir por uma linda jovem Inã e lhe mandou, por delicados colibris, uma grinalda de flores coloridas. Eles se casaram mas, algum tempo depois, ele pediu licença para ficar só: tinha que acabar com a Ubroró. Perguntou a um bando de moscas varejeiras azuis porque o céu estava vazio, por que a Ubroró, e elas lhe responderam que os urubus os astros luminosos e o Urubu-Rei Feiticeiro aprisionara a Lua Cheia. Fingindo-se de morto apareceu um bando de urubus. Ele aprisionou um dos urubus e pediu-lhe que liberasse a luz que procurava. O urubu libertou as primeiras Tainás (estrelas), mas Kananciué-Inã achou pouca luz, queria outra maior. O urubu libertou então diversas constelações: a do Centauro, as Três Marias, a Cruzeiro do Sul, a Via Láctea , a Estrela Dalva, mas Kananciué-Inã queria mais. Finalmente chegou ao Urubu-Rei, arremesando-se sobre ele dizendo que ele nunca teria a Lua Cheia, que ela lhe pertencia.

Lua Cheia

Kananciué-Inã tornou, então cativo, o Urubu-Rei e começou a lhe arrancar os cabelos dizendo:"Sei que existe outra luz da noite e você vai entregá-la ou terminará careca e de pescoço pelado". Foi quando surgiu um clarão trazendo a assustada Aha-Du-Heká (Lua Cheia), que corria em zigue-zague e poderia perde-se no infinito. Kananciué-Inã libertou o Urubu-Rei e flechou a lua Cheia na perna e ela apanhou ritmo. Banhou a Terra com sua fria luz prateada, tornando-a mais romântica e impelindo os seres a se estreitarem no amor, como uma Grande-Mãe, agora livre.
Surgem então os seres encantados que simbolizam a fertilidade e que dão origem ao povo da Terra, incluídos na Mitologia Lunar, dentre os quais Dragão Lunar e a Serpente. E os outros, correlacionados com a Lua como as bruxas, os loucos (lunáticos), o pacto com o Diabo, os espíritos de fogo (inquisição), o Sabá.

Lua Negra

Refere-se ao Fantástico. A noite perdeu a claridade. A Deusa Lua foge e se faz "Negra", vingativa e irritada. Esgotou-se a capacidade humana de suportar os maus, a angústia, a pobreza, as prisões, o desamor e todos os malefícios. O fogo do Céu desceu sobre a Terra como um grande terremoto. As cidades se tornaram moradas de demônios. Surgiram várias coisas nocivas e prejudiciais para o ser humano e toda a alienação. Passado esse tempo surge o Inconsciente Livre, anistiados das repressões.
Com certeza, a renovação do Carnaval é o resultado do poder da Lua Negra. Ela gera inovação, revoluação, transformação, adulteração, deformação do Carnaval. A Lua Negra é a ação do Carnaval. O Carnaval é uma festa para a Lua Negra.

Mas nem tudo está perdido. A Lua dança permanente, sem parar. E a luz surge como uma nova esperança. A esperança de recriação. Como no início, quando não havia nada. Quando só havia Kananciué: um pensamento bom.

Planejamento: 

Componentes: 1.800
Alas: 20
Carros: 4
Tripes: 3
Bateria: 140
Baianas: 70
Orçamento: R$ 3.500.000,00

Histórico:

a Nova Leoa é uma escola com pouca história no Grupo Principal das grandes escolas, Teve um destaque nos anos 70 e 80, Mas sua trajetória rondou muito mais os grupos de acesso.

Em 2000. Teve um enredo sobre o Pokemon e acabou saindo da avenida aclamada como a melhor escola da avenida, Ganhou o campeonato e subiu para o Grupo Especial. Ela com uma nova visão sobre esse enredo em 2008 acabou não sendo feliz, Foi rebaixada após um julgamento injusto. Em 2009 voltou para o acesso e foi novamente rebaixada. 

A Escola ficou desestruturada por alguns anos, Mas se reegueu recentimente e acabou regaugando seu lugar no Grupo de Acesso. No ano passado, Ficou com o 2ºlugar no Grupo de Acesso e acabou conquistando o direito de voltar ao grupo especial.

Subscriptions with local payment methods

Unlimited photos

Subscribe to Meadd